Isordil

Esse será um post Isordil –  anti-enfarto e similares!

Muita, mas muita gente mesmo, está preocupada porque a nossa filhota ainda não nasceu. A preocupação está totalmente concentrada entre os brasileiros que vivem aqui na Coréia e no Brasil, pelo simples fato que o sistema de saúde no Brasil corrompeu e distorceu o conceito básico de concepção e nascimento. Algo que é tratado no resto do mundo como o ato mais natural e instintivo que pode acontecer no reino animal, é visto como uma condição anormal e especial – especial no mau sentido. E daí nascem os medos, as crendices e a manipulação das mulheres para que elas não exerçam o direito de escolha e para que enterrem de vez o pouco instinto animal que lhes resta.

TEORICAMENTE, estou com 40 semanas e 5 dias de gestação. E isso significa… absolutamente nada. Esse cálculo é feito com fórmulas de referência, baseado em padrões médios estabelecidos. Mas, na realidade, eu ainda posso estar na semana 39 + x dias . Ou na semana 40 e 0 dias. Ou ainda algo bem diferente disso.

Minha data estimada de parto sempre foi dia 14 de janeiro de 2009, baseada na data da minha última menstruação – 9 de abril de 2008 – e um ciclo-padrão de 28 dias. A partir destes dados, acha-se uma data provável de concepção – 23 de abril de 2008 – e consideram-se dias médios da concepção do zigoto e sua implantação no útero. Mas… quem disse que meu ciclo naquele mês seria de 28 dias? Quando decidimos começar as tentativas 5 meses antes, meu ciclo variou de 28 a 33 dias. Então, se eu considerar que meu ciclo naquele mês seria de 33 dias, minha data estimada de parto seria dia 19 de janeiro de 2009. Ou seja… HOJE. Fora o fato de que o parto pode acontecer até 2 semanas após a teórica semana 40, exatamente pelos prováveis erros de cálculo.

Nenhuma mulher e nenhum bebê funcionam da mesma forma, e por isso datas estimadas precisam ser levadas com muita cautela. Essas datas são como prazos de validade. Se eu comprar uma garrafa de leite fresco que tem a validade de 7 dias, eu posso ter duas situações: a primeira é ter o leite estragado antes da validade, e a outra é ainda ter o leite bom para consumo após os 7 dias. O que causa isso? São “n” fatores completamente além do nosso alcance e conhecimento, desde como o leite foi ordenhado até o processamento e armazenamento.

Longe de mim comparar a Filhota com a garrafa de leite! Mas se ela ainda não saiu ainda é porque ainda tem mais alguma coisa prá acontecer aqui dentro. Essa fase é a fase em que, além de ganhar mais gordurinhas, ela recebe todos os anticorpos da placenta. E mesmo tendo perdido quase todo o instinto da natureza, ainda queremos que ela aja de acordo, como tem que ser.

Muitos são os estudos e as estatísticas que mostram a quantidade de bebês doentes e as taxas de mortalidade em função de um parto “agendado” e fora de hora. Não sou contra a cesariana de forma alguma, porque há casos em que ela é realmente necessária. Mas isso só é sabido quando a mulher está em franco trabalho de parto. Sucumbir à conveniência e mentiras da maioria dos obstetras que atendem a classe média (pois é a qual depende dos planos de saúde) é que é o problema. A triste realidade é que as pacientes do SUS e das UBS municipais têm tratamento mais digno e humano do que as que pensam que serão bem tratadas nos hospitais de ponta via planos de saúde.

Graças a Deus estamos bem, ambas com energia e saúde. Um pouco cansadas e incomodadas, naturalmente. Mas enquanto tudo estiver bem, deixaremos a natureza agir de acordo. A expectativa de ver nossa filhota é grande, mas o desejo de que tudo aconteça da melhor forma possível é maior. E assim será!

Published in: on janeiro 19, 2009 at 9:47 am  Comments (9)  

The URI to TrackBack this entry is: https://selmafelice.wordpress.com/2009/01/19/isordil/trackback/

RSS feed for comments on this post.

9 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Selma eu aqui nao tenho contato com nenhum brasileiro e sentia toda essa pressao de que voce fala. Com todas as pessoas que me perguntavam quando seria o parto, eu respondia que seria um parto normal entao nao teria como ter uma data exata os comentarios eram pra eu ter força, e ter coragem e ter fe e ter sei la mais o que, falavam como se eu estivesse indo pra guerra ou pra algum campo de concentraçao. E olha que a Bebedocinha nasceu 10 dias antes da data estimada.

    Beijos pra vcs duas e continuem com essa serenidade!!!!

  2. Sel é isso aí: sem neuroses!!!

    Beijos!!!

  3. Sim, deixa a moça ficar aí dentro porque o negócio aqui fora tá feio…
    Boa sorte!

  4. Selma, o meu filho também “atrasou” e eu pensava como você: ele tem a hora dele. Eu não fiz parto normal porque não tive dilatação suficiente (segundo o médico), mas entrei em trabalho de parto, ou seja, pelo menos foi no dia em que ele quis chegar.
    beijos e desejo a você muitas luzes e energias positivas para quando for o momento

  5. heheheh… é que rola uma expectativa mesmo🙂 Ainda mais que você está compartilhando toda a experiência quase que dia-a-dia. Mas você está certa em manter a calma, não tem nada que sinalize um problema, você está bem acessorada, informada etc etc. Será que também tem a ver com as fases da lua? Vou apostar no dia 26, quando entra lua nova, será?

    Besitos

  6. Oiê !!! Como o wordpress é bloqueado na China, quando estou aqui em São Paulo simplesmente esqueço que estou LIVRE! Vê se pode?! … hehehe … Estava vendo esse post e lembrei que li na internet alguns comentários desse tipo em relação ao parto do último filho da Carolina Dieckmann, sabe? Ela também ficou esperando a hora certa (claro!) e muitos criticaram a “demora”. Até que uma médica se manifestou e declarou: “Gente, parto natural é assim mesmo: normal! Tem que esperar a natureza mandar os sinais.” Mas percebi que existe uma preocupação em conscientizar o povo, vide a propaganda que a Fernanda Lima anda fazendo, uma vez que ela teve os gêmeos de parto natural. Mas existe um longo caminho a ser percorrido …
    Beijos,
    Si

  7. Selma, adorei esse post. Eu fui radical e não quis visitas por vários dias, porque não aguentava nmais tanto pitaco. Estamos indo pra Estocolmo, conhecer as netinhas de ted que nasceram há nove meses, gêmeas, as coisas mais lindas (as duas foram amamentadas seis meses exclusivo, imagina!) e já vou preparada pra não dizer absolutamente nada de nada, a não ser que me perguntem, não existe nada pior que a expectativa que se cria antes e depois que o bebê nasce. Vocês estão certos, relaxe e vai dar tudo certo, como te disse, ter uma filha foi a meçhor coisa da minha vida, mudou minha vida sim, mas pra melhor, em todos os níveis.

    Beijocas!

  8. Selma,
    ja te disso que o Matheus adiantou quase 2 meses e nasceu PERFEITO , lindo, divino e maravilhoso: era a HORA DELE.
    A natureza foi tão divina que, “gravidez tem 9 meses”, o meu filho nasceu de 7 e meio e JA ESTAVA PRONTO.
    Como se explica isso??? Sem incubadora nem nada? Com 3,900 quilos??
    É a vida….

  9. Bom, eu nasci de seis meses [não sei quantas semanas pq, segundo minha mãe, na época em que nasci não se contavam semanas o.o mas enfim], em uma noite na qual minha mãe estava louca pra comer pão de queijo e minha avó foi prepará-los… e a bolsa estourou.
    Detalhe que vovó não sabia que minha mãe estava grávida [a barriga dela não aparecia – não pergunte, LOL xD], então mamãe esperou vovó deijtar e correu pro hospital e fiquei 44 dias na encubadora LOL
    Mas foi bom, porque nasci em novembro.. melhor mês do ano HAHAHA

    Isso tudo foi pra dizer que o que tiver que ser, será. Não tem jeito, é só esperar ^^


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: