Faniquitus Boberitis Agudus

Já que eles não podem abrir a boca para se defender, ponho novamente a culpa de tudo em cima dos hormônios. Hormônios maledetos, que fazem com que no final da gestação a gente suba na gangorra e não desça mais. Aí, é aquele sobe-e-desce, vai-e-vem, sem opção de sair dali e sem saber quando é que a inércia vai parar a gangorra.

Hoje eu auto-diagnostiquei com Faniquitus Boberitis Agudus. É aquela nhaca aliada a formigas africanas dentro da calcinha, somadas a perguntas estúpidas (bem, nem não estúpidas assim…) que só atrapalham mais do que ajudam. Deitar enche o saco. Sentar enche o saco. Andar enche o saco. Tô com fome. Não tô mais. Vou saber o momento que a hora H chegar? O parto vai demorar? Ela está se mexendo porque tá bem? Ou porque não está? Terei depressão pós-parto? E se tiver, o que faço? Terei consciência do problema prá fazer algo? Ou não? AAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHH!

Pois é… Aí eu pergunto: qual mulher, na iminência de ser mãe, não teve o mesmo surto? Talvez algumas poucas não tiveram. Bem, eu não poderia esperar muito menos de mim, porque toda a piolhice atrás de informações tem seu preço…

(pausa para comentário-relâmpago: nem Harry Potter tem uma magia com esse nome!)

Na noite passada eu acordei às 3 da manhã. Rotina diária de acordar, levantar, xixi, cama, dormir novamente. A fase 5 não aconteceu. Não dormia de jeito nenhum. Aí veio uma azia LOUCA! Caraca, de onde vem isso? Tomei uma sopinha no jantar! Aí vieram os pensamentos malucos, monstros gigantescos da escuridão da madrugada. Dez a zero prá eles. Levantei, fui prá sala. Iogurte prá matar a azia, internet prá distrair. Nenhum dos dois funcionou. Liguei a televisão. Se a programação da madrugada é ruim no Brasil, nem sei o que dizer da programação da Coréia… Zapeei todos os canais até às 5:45 da manhã, e quando percebi que os monstros da madrugada já tinham ido embora, voltei para a cama e dormi mais duas horinhas.

No início da manhã reli uma reportagem que recebi da Aninha, que acabou de ser mamãe. Uma reportagem muito legal, que falava dos instintos primitivos de ser mãe e a necessidade de se reconectar a eles. Ao lê-la, consegui colocar a cabeça no lugar e os pés no chão. A verdade é que queremos racionalizar tudo, inclusive o que não pode ser racionalizado. Vou saber quando a hora H chegar? É óbvio que sim! Da mesma forma que a gente sabe que está na hora de fazer xixi ou cocô. Nunca aprendemos isso, já nascemos com a necessidade básica. Aprendemos a usar o banheiro, sim, mas não quando ir ao banheiro. Serei uma boa mãe? É óbvio que sim! Toda a fêmea na natureza sabe o que é ser uma boa mãe quando chega a hora. O problema da gente é misturar o “ser mãe animal” e “ser mãe social”. Ser mãe animal está no DNA; ensinar ao filho a ser um ser social é outra estória…

Até o final do dia é tirar o Boberitis do meu diagnóstico, e ficar somente com o Faniquitus Agudos. Afinal, essa é a parte da adrenalina que vale a pena!

Ah, e preciso dar um tempo nos livros de gravidez… A leitura deles já deu o que tinha que dar. Se vou conseguir, é uma outra estória…

Published in: on janeiro 5, 2009 at 12:15 pm  Comments (2)  

The URI to TrackBack this entry is: https://selmafelice.wordpress.com/2009/01/05/faniquitus-boberitis-agudus/trackback/

RSS feed for comments on this post.

2 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Lua cheia se aproximando… Minha aposta eh para a manha do dia 11/Jan… 🙂

  2. Eu sei como é isso…. Eu ficava madrugadas aqui de frente o pc ate conseguir que a azia e o hormônios entrassem num acordo e me deixassem dormir… ou no minimo tentar dormir. E loucuras a parte, mas num é que as vezes sinto falta disso.
    Mas num fica com medo nao, na hora que aquela pessoinha pititinha resmunga a gente descobre o que eles precisam no susto.
    Abraçoss


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: