Sem explicação

Tem coisas que não tem explicação. Aliás, VÁRIAS coisas que não tem explicação.

**********

Na semana passada, levei bronca do Dr. Lee porque estava com 1kg a mais da semana anterior:

– Já começaram as comemorações de Natal?

– Er… Não…

– Ah… porque você ganhou bastante peso da outra semana para essa…

– Bem… sei lá, devo ter comido além da conta…

– Veja, seu peso está bom, mas o aumento foi além do padrão.

– …

Nessa semana, levei bronca porque estava com 0,5kg a menos da semana anterior:

– Aconteceu alguma coisa?

– Er… Não…

– Você não ganhou peso nenhum. Você não está comendo?

– Claro que estou. E ainda tivemos as festinhas de Natal e tudo o mais.

– Mas o que aconteceu?

– …

**********

Ainda na consulta, fui levada a um tour pelo hospital para vários exames pré-operatórios, na necessidade de uma cesariana de emergência. Exame de sangue, exame de urina, eletrocardiograma e raio X.

RAIO X???????

– Olha, moça, não vou fazer raio X porcaria nenhuma. Nequinhas de pitibiribas.

– Mas, mas, mas…

– Pode ligar pro médico aí e falar que eu não vou fazer. ESTOU GRÁVIDA, ENTENDEU? GRÁ-VI-DA-DE-O-DÓ!

E a coreana corre pro telefone e conversa com o médico.

– Ah, tudo bem. O raio X é somente para o caso de uma cesariana, mas como você vai tentar parto normal a gente não precisa fazer agora. Só na hora, se precisar de alguma emergência.

– …

Resolvi não discutir mais. Mas se eu precisar de uma cesariana, só no pensamento deles é que eu vou autorizar um raio X.

Published in: on dezembro 31, 2008 at 11:43 am  Comments (6)  

Confusão

Tá uma baita confusão por aqui na minha cachola. Não sei se estou lendo demais – vários livros ao mesmo tempo – e aí tem muita informação chegando sem o devido tempo para uma filtragem decente, ou se nessa fase da gestação a gente fica assim mesmo. Assim meio… assim.

Barriga dura, dor na virilha, “malestar” que vem e vai: pegue todos os ingredientes, ponha no liquidificador até misturar tudo muito bem, 3 a 5 dias de forno e… bebê à vista! Essa é a receita que mais tenho recebido nos últimos dias. Mas aí vem o problema: é muito fácil criar uma espectativa em cima disto, mas cada estória é diferente. Se ela nascer daqui a 5 dias, vai pegar a gente de calça curta; se nascer daqui a 4 semanas, vamos precisar de um carregamento de erva-cidreira aqui em casa.

E o stress mental não pára por aí. Até agora não consegui terminar o meu Birth Plan. São muitos detalhes para definir, mas cada um deles está ligado com uma situação muito específica. Como vou saber se quero uma episiotomia? E uma epidural, se não sei o quão intensa será a dor? E se quero hormônios para aumentar a contração? E blá blá blá blá? COMO QUÉ CUERNOS ME VOY A SABER?????????

Ok, fica oficialmente aberta a temporada de apostas, loterias e jogos de azar. Se acertar, ótimo; se errar, a vida segue sem traumas. Mesmo porque EU PRECISO TERMINAR O BIRTH PLAN!

Amanhã, dia 30, teremos uma festa atrasada de Thanksgiving. Os gêmeos do meu “ex-patrão” nasceram exatamente no Dia de Ação de Graças, e a festa com peru e tudo o mais será amanhã e estamos convidados. E na véspera de Ano Novo, mais uma festinha com os brasileiros perdidos em Seul!

Ainda bem que a consulta com o Dr. Lee é amanhã cedo, senão ia ganhar mais uma bronca por causa da balança…

Published in: on dezembro 29, 2008 at 9:28 pm  Comments (3)  

Um novo vilão

Dentre todas as dores escrotas que tenho sentido nos últimos dias, fica difícil definir exatamente o que ocorre. Contrações? Braxton-Hicks? Vontade de fazer cocô? Ácido láctico na musculatura do abdômen de tanto levantar à noite prá fazer xixi? Algo mais? Todas as alternativas? NDA?

Bom, hoje ganhei uma dor nova: dorzinha chata na virilha, daquelas que não te põem a nocaute mas conseguem te tirar do sério. Chegou por volta do meio-dia, e pelo visto veio para ficar. Ficar em pé dói. Sentar dói. Deitar dói. Tentei todas as posições, e nada. A dorzinha dusinfernus continua no mesmo lugar, não se abala, não se comove. Tenho que passar na farmácia e comprar mais uma caixa de paciência…

Como sempre, joguei no Google! E descobri um tal de ligamento redondo do útero, responsável pela sustentação do órgão. Com o aumento de peso do útero, o ligamento se distende para reacomodar o dito cujo, e como a inserção do ligamento é próxima da vulva, quem paga o pato é a virilha, que fica no meio do caminho…

A má notícia é que provavelmente isso não passará até que a Hora H chegue. Preciso tomar cuidado com longas caminhadas e carregar peso. A boa notícia é que muitas gestantes começam a sentir essas dores por volta da semana 13 ou 14. Estou quase na semana 38, não dá prá reclamar!

A Filhota continua insana! Joelhos, pés e cotovelos  por todos os lados!

Quando será que ela nasce?

Published in: on dezembro 28, 2008 at 9:13 pm  Comments (3)  

Roleta Russa

Se a estória da virada da lua for verdade, estamos quase lá. O problema – e a surpresa – é que durante o meu período fértil houve duas luas: uma crescente no início, e uma cheia no meio do período. As tentativas ocorreram nas duas luas, e só Deus prá saber quando a Filhota foi concebida. Se foi na lua crescente, a nona lua vira no dia 05 de janeiro. Se foi na cheia, a nona lua vira no dia 11.

Senti que a barriga já começou a abaixar. O jeans que eu usei no Natal já me incomoda bastante no baixo ventre. Até as minhas calças com elástico, que eu uso embaixo da barriga, já não estão tão confortáveis. Do jeito que as coisas andam, estou quase convencida de que não passamos no dia 05. Ok, se a estória da lua for verdade, mesmo…

Estamos na torcida para que o tampão caia e a bolsa estoure. Assim os sinais ficam mais claros! Se depender dos socos e das cabeçadas, logo logo faço um estrago no sofá da sala ou na minha cama!

Published in: on dezembro 27, 2008 at 10:55 pm  Comments (1)  

A Indomável

Os dois últimos dias foram selvagens. Acho que a palavra faz justiça à loucura das piruetas executadas pela nenê. A coisa passou o limite da diversão e do “aiquebonitinhopõeamãoprásentirela”. O incômodo é grande com repentes de dor, fora as contrações. E a insanidade sempre se agrava à noite, após o jantar. Ontem, durante um dos acessos dela, o Rê resoveu fazer um chazinho matador de cidreira, melissa, maracujá e todos os outros matos relaxantes. Em cinco minutos ela embarcou. E eu também.

Hoje tomei o chá de novo. O efeito não foi o esperado.

Será que tenho um Borg dentro de mim? Ela já assimilou o chá…

Resistir é inútil…

Published in: on dezembro 26, 2008 at 10:36 pm  Comments (3)  

Véspera de Natal

Essa é a nossa primeira Noite de Natal com a família “quase” completa! Faltou a neve… A encomenda não chegou a tempo… Quem sabe não a teremos no Ano Novo.

Resolvemos passar o dia em casa, curtindo o sofá, televisão, livros e internet. E apesar de nada de extraordinário, o dia foi agitado!

Tivemos contrações… das brabas…

Tivemos lasanha para o jantar, panetone de doce de leite Havana e champagne sem álcool para brindar…

Tivemos árvore de Natal com as luzinhas piscando…

Tivemos missa de Natal…

E até presentinho da Filhota para o Papai…

Tivemos tudo e muito mais do que poderíamos ter pedido. Tivemos uma Santa Noite de Natal!

Published in: on dezembro 24, 2008 at 11:19 pm  Comments (2)  

Planetário

Eu vou explodir, eu sei. Ela não pára de crescer! Os livros dizem que agora o crescimento não é tão acelerado, mas tenho certeza de que sou ponto fora da curva. Impossível não perceber como a pança vai expandindo, e todo dia tem uma roupa que sai do meu parco guarda-roupa de gestante porque não serve mais.

Fomos almoçar no Petra hoje, e o dono do restaurante me perguntou se ela nascia nesta semana. Ai ai ai… Não, moço, tem mais umas três semanas pela frente! Ou uma… ou cinco… Gestação, essa ciência inexata…

Para aguentar o tranco, vamos “embebedando” a filhota com chá de cidreira com maracujá com melissa com não-sei-mais-o-quê. Só assim prá ela capotar à noite!

Published in: on dezembro 23, 2008 at 10:22 pm  Comments (4)  

Amplificador

É impressionante como tudo de intensificou nos últimos 5 dias. Tudo parece escrito em letras de forma garrafais. Quando as Braxton-Hicks chegam, elas chegam prá valer; quando a nenê de mexe, ela mexe de verdade, prá não deixar dúvidas (e quizá uma bolsa intacta…); a dor nos quadris está a toda, não me deixando dormir direito; e uma dorzinha incômoda na altura dos rins já é o prenúncio do que está por vir.

Se a nenê aguenta ficar no quentinho até 14 de janeiro? Já não sei mais… Parece que ela está pronta para explodir a qualquer momento.

Published in: on dezembro 22, 2008 at 10:07 pm  Comments (3)  

Anunciação

Na bruma leve das paixões
Que vêm de dentro
Tu vens chegando
Prá brincar no meu quintal
No teu cavalo
Peito nu, cabelo ao vento
E o sol quarando
Nossas roupas no varal…

Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais
Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais…

A voz do anjo
Sussurrou no meu ouvido
Eu não duvido
Já escuto os teus sinais
Que tu virias
Numa manhã de domingo
Eu te anuncio
Nos sinos das catedrais…

Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais
Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais…

(Alceu Valença)

Agora, sim, eu entendo o que o Alceu Valença quis dizer com essa música!

Published in: on dezembro 22, 2008 at 9:23 pm  Deixe um comentário  

Comercial

Então, a Selma tá produzindo bastante aqui nesse blog. É um post atrás do outro, nem dá tempo de eu escrever nada!

Sendo assim, só vim fazer propaganda: vai lá no blog coreano (clique AQUI), e participe de nossa ultra-mega-hiper-fantástica Promoção de Natal!!!

Tá, não é tão ultra-mega-blá-blá-blá assim, mas vai lá…

Published in: on dezembro 22, 2008 at 3:34 pm  Deixe um comentário  
Tags: