O que não tem remédio…

… remediado está. Ou não está?????

Muita gente me pergunta como vamos fazer depois que a nenê nascer. A preocupação é que não haverá ninguém aqui comigo, e a maioria das pessoas não consegue enxergar um pós-parto sem a presença diária de uma pessoa ajudando em todas as tarefas: lavar, passar, cozinhar, etc etc etc. Bem, a verdade é que não dá prá fazer nada, nem comprar feito. As coisas serão da forma que tem que ser, mas não significa que será ruim. Só será diferente. Diferente como eu não sei, mas irei descobrir vivenciando essa condição dia após dia.

Uma resposta para a solução deste “pseudo-problema” seria arranjar uma empregada para trabalhar todos os dias. Se estivéssemos no Brasil, esse seria o menor dos pepinos. Era entrar em casa e já começar a pegar no batente. Não precisamos explicar como limpar a casa, como fazer um arroz, um feijão, um prato trivial qualquer. Aqui a coisa é muito diferente. A maioria das empregadas domésticas são filipinas, que não estão muito a fim de pegar no pesado de verdade. Se a gente não explica que banheiro se LAVA com sabão, cloro e vassoura, elas só passam um paninho por cima; e é assim com tudo. Cozinhar torna-se um problema também, já que temos que ensinar o básico do básico. E uma empregada aqui, todos os dias, não sai por menos de US$ 1500 (de R$ 3000 a R$ 3500) por mês. É proibitivo financeiramente, e se eu parar prá pensar friamente, estarei tomando conta de dois bebês. O quanto isso me daria paz de espírito eu não sei. Acho que muito pouco.

Para minimizar um pouco o impacto da total mudança de rotina das nossas vidas, planejamento é a palavra-chave. Já comecei a estocar comida pronta: arroz, feijão temperado, sopas, pratos prontos, massas, molhos, bolos, pães. Quando faço comida para o dia, sempre faço a mais e o que sobra eu já congelo. Todos as coisas já estão praticamente prontas: o quarto, as roupinhas lavadas, passadas e guardadas, a mala da maternidade arrumada. Limpar armários, jogar papéis fora e arrumar gavetas também facilita muito a vida, além de tirar o stress das coisas por fazer da minha frente.

Hoje foi um dos dias que passei grande parte do tempo na cozinha. Dias assim não são muito produtivos porque tenho que parar várias vezes para descansar. Mas ainda assim vale a pena. Vou fazendo tudo devagar, sem pressa, e de milho em milho a galinha enche o papo. Ou o freezer.

Entre períodos de sol, chuva e neve (a primeira da estação), o dia rendeu uma panela de feijão com lombinho defumado, fricassé de frango com gratinado de mussarela, bolo de chocolate sem ovo (ficou uma tranqueira…) e arroz integral. Lentilha e grão de bico estão de molho para amanhã cedo. Ufa, cansei.

A filhota também cansou. Praticamente não brincou hoje. Espero que nós duas durmamos bem à noite.

Published in: on novembro 20, 2008 at 9:52 pm  Comments (2)  

The URI to TrackBack this entry is: https://selmafelice.wordpress.com/2008/11/20/o-que-nao-tem-remedio/trackback/

RSS feed for comments on this post.

2 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Tava lá eu fazendo vestibular, quando me aparece em Biologia.
    38. Qual o hormonio identificado no teste de gravidez de farmacia, no qual se analisa a urina?
    a) blá blá blá
    b) blá blá blá
    c) GONADOTROFINA
    ….

    Ai eu ‘É C!!!! Tks, Selma’!

    Bjsss!

  2. Quando todo esse dilema lhe bater à porta, lembre-se das minhas duas experiências sem ninguém para ajudar . Valeu muito à pena e a única diferença de agora é que terá uma companhia que de vez em quando reclamará e pedirá ajuda. Você é lutadora como eu e sei que se sairá bem dessa. Só não deixe seu coração partir quando a bebê chorar pegando-a no colo à cada instante: isso só lhe dará desprazer no futuro. Conselho de sua mui amiga priminha do interior. Beijos!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: